27 de nov de 2011

2a Expo Ateliê Dala Stella


Nesta 2ª exposição de ateliê, Carlos Dala Stella abre as portas de seu estúdio para mostrar o trabalho que realizou no último ano, como a série completa de telas e desenhos sobre o tema dos gatos à janela, com flores, painéis de cimento e vidro e especialmente o conjunto de pequenas esculturas monumentais em que trabalha atualmente, em madeira, bambu e papel arroz. Também estarão expostos alguns cadernos de ateliê, com desenhos, recortes, esboços e poemas; além de fotos da série sombras.


Se você é curioso e gosta de arte, venha para a vernissage

www.dalastella.blogspot.com

30 de ago de 2011

Terça Lúdica em Curitiba com Juliana Bollini

[Clique no convite p/ ampliá-lo]

Juliana Bollini é a próxima convidada para a Terça Lúdica em Curitiba, conheçam mais de seu trabalho no blog http://julianabollini.blogspot.com/


26 de ago de 2011


[Clique no cartaz para ampliá-lo]

Mais um cartaz feito por Carlos Dala Stella para divulgação de lançamento do livro Quer Jogar? em Curitiba.

"O pelele - registrado em 1791-1792 na tela El pelele, de Francisco Goya, é um exemplo de transformação da brincadeira no tempo. Na Espanha, esse jogo, originariamente para adultos, consistia em vários participantes esticarem uma lona sobre a qual uma pessoa era arremessada ao alto. Com o tempo, um boneco de pano tomou o lugar da pessoa arremessada, e as crianças começaram a participar. No Ártico, os inuits fazem uma brincadeira semelhante, chamada nalukatok. Em vez da lona, usam pele de leão-marinho para lançar o participante a uma altura de até sete metros, o desafio é cair de pé na pele esticada pelos demais jogadores. O participante dá continuidade aos saltos, até que não consiga mais cair de pé. Pelele e nalukatok devem ser precursores da cama elástica!"

Trecho do livro " Quer jogar?" de Adriana Klisys e Carlos Dala Stella, edições SESC SP




[Clique no cartaz para ampliá-lo]

Compartilho o cartaz criado por Carlos Dala Stella, com imagens do livro Quer jogar? para divulgação de lançamento em Curitiba: uma curiosa visão do Caleidoscópio do olho humano!

" ...Caleidoscópio significa "instrumento para ver o belo".... Brincar - por que não dizer? - é uma forma mais bela de ver o mundo!"

(trecho do livro Quer Jogar? Adriana Klisys e Carlos Dala Stella - edições SESC SP)





23 de ago de 2011

Lançamento do livro Quer Jogar? em Curitiba


Dia 03 de setembro, às 11:00 horas, Carlos e eu estaremos no Sesc Paço da Liberdade, em Curitiba, comemorando o lançamento de nosso livro Quer Jogar?, edições SESC SP. Aguardamos amigos e interessados em arte e jogo.

abraços,

Adriana Klisys

Paço da Liberdade SESC Paraná
Praça Generoso Marques, 180 Centro

6 de jul de 2011

Quer Jogar?



É com grande alegria que apresento o filho Quer Jogar? Livro de arte e jogo dedicado a todos aqueles que optam por não esquecer as origens, a substância lúdica presente em nossa vida. Fruto do encontro de dois amantes que gostam de brincar cada um em sua área.

Título: Quer jogar?
Autora do texto: Adriana Klisys
Autor dos desenhos: Carlos Dala Stella
Número de páginas: 190
Formato: 28,5 x 29 cm
Preço: R$ 99,00
ISBN: 978-85-98112-98-5

Quer jogar? , lançamento das Edições SESC SP, é um livro de jogos e brincadeiras. Nele Adriana Klisys apresenta curiosidades sobre jogos tão diversos no tempo e no espaço como o Jogo da Onça e o Mancala, tão inusitados como o Fan-Tan e o Chung Toi, tão vivazes como jogar Pião e tão sutis como soprar Bolhas de Sabão. A autora discute desde jogos consagrados, chegando em alguns casos a seu desdobramento contemporâneo, até os mais recentes, tudo permeado ora pela reflexão mais aguda, ora por um tom francamente poético, inspirado nas lembranças da infância.

Quer jogar? é um livro para o deleite de todos, ele expressa as percepções mais íntimas da autora sobre a relação entre brincadeira e arte, principalmente seu interesse pelos meandros do lúdico. O livro apresenta e discute dezenas de jogos do mundo todo, mas também aqueles que se armam improvisadamente no dia-a-dia, na rua, em casa ou na escola – e que vão constituindo delicadamente o subsolo da sensibilidade estética.

Mas Quer jogar? é também um livro de arte, graças à parceria com o poeta-pintor Carlos Dala Stella, que realizou cerca de 100 desenhos, colagens e recortes inspirados pelo mesmo desejo de apreender o lúdico, seja representando jogos ou brincadeiras - muitas vezes com um traço evocativo. Quanto às técnicas, essas imagens-convite exploram um arco ainda mais diversificado do que o de Bicicletas de Montreal, um de seus livros.

A relação dos desenhos com a prosa vai muito além da mera ilustração. Tanto texto como imagem guardam a autonomia que caracteriza cada uma dessas linguagens. Exatamente por isso ambos constroem juntos um diálogo em uníssono, antecipando-se ora um ora outro no desdobramento daquilo que corresponde à substância lúdica na vida adulta.

O resultado é um livro de estudo e deleite, de evocação e reflexão, belo e instigante. É essa ambivalência que faz de Quer jogar? um livro cuja complexidade está ao alcance da sensibilidade de todas as idades.

Sobre a autora dos textos: Adriana Klisys é formada em psicologia pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, diretora da Caleidoscópio Brincadeira e Arte ( www.caleido.com.br), consultora em educação e cultura lúdica, é idealizadora das Terças Lúdicas, vivências criativas e estéticas para adultos . É autora de jogos e livros

Sobre o autor dos desenhos – Carlos Dala Stella é pintor e poeta, natural de Curitiba, Paraná. Formado em Letras pela Universidade Federal do Paraná. Trabalha com diversas técncias, como pintura e desenho, jato de areia sobre vidro e painéis de cimento. O diálogo entre artes plásticas e escrita é uma das principais características de seu trabalho. http://www.dalastella.blogspot.com/

19 de mai de 2011

Terça Lúdica Sombras de Minuto





VII Encontro de Educação e Cultura

9 de mai de 2011

Terça Lúdica Luz e Movimento com Claudio Alvarez


Dia 17 de maio o artista Claudio Alvarez virá de Curitiba especialmente para a Terça Lúdica para propor brincadeiras estéticas com luz e movimento. Sempre que visito seu ateliê-gigante encontro tantas surpresas boas para o olhar, verdadeiras brincadeiras de adulto, que quis convidá-lo a compartilhar um pouco do que faz com quem gosta de arte.

Em São Paulo, Claudio já teve duas exposições no SESC Belenzinho e SESC Pompéia com suas esculturas incríveis com movimento. No ano passado esteve expondo seus trabalhos em Portugal e na Espanha, mas o melhor mesmo é que estará aqui conosco para convidar todos à criação.

Para quem quiser conhecer um pouco de seu trabalho, fica aqui o link: http://claudioalvarezarte.blogspot.com/


As inscrições para a Terça Lúdica Luz e Movimento são feitas no site www.caleido.com.br

3 de mar de 2011

Terça Lúdica Brincar, compor e cantar

[clique no convite para ampliar a imagem]
A próxima Terça Lúdica será no dia 15 de março, com Thayana Barbosa, cantora talentosa, pesquisadora de cultura popular e, sobretudo atuante em eventos culturais. Participou da 1ª Virada Cultural de Curitiba, dividindo palco com Arrigo Barnabé e tem levado multidões à rua com sua participação na festa Garibaldis e Sacis, no mais agitado pré-carnaval de Curitiba.

Segue o link de uma entrevista no qual podem conhecer melhor esta brincante-foliã:

http://www.gazetadopovo.com.br/blog/sobretudo/index.phtml?id=1098225&ch=

Inscrições pelo site www.caleido.com.br

31 de jan de 2011

Duas Bicicletas para três ciclistas


Três guris, duas bicicletas. A matemática não fecha para uma mente desavisada que vê o desejo triplo pelas pedaladas. Mas a matemática da brincadeira é outra, tudo pode, tudo dá. A soma de 1+1 dá 3! Simples, os meninos resolvem a solução do problema da falta da bicicleta para andarem juntos pelo bairro com uma tábua. Dois deles se apoderam, cada um de uma bici e o outro que restou ficou com o melhor da história: com o simples pedaço de madeira. Imaginam a brincadeira?

Ora! Quando se sabe viajar nas idéias, brincar com o sentido das coisas se pode até pedalar no ar! Por que não transformar tábua em veículo para seus desejos? Sim! A tábua colocada estrategicamente entre o cano central (eixo) das duas bicicletas dá um belo assento para quem quer seguir viagem de camarote e ainda sem precisar realizar esforço algum!

Vendo os três meninos descendo a ladeira de bicicleta divertindo-se como nunca ... eu, dentro do carro, senti uma inveja tremenda destas invencionices, vontade de estar viajando entre as duas bicicletas no embalo da descoberta!